TJ Dillashaw comemora vitória sobre Cody Garbrandt e ex-equipe

TJ Dillashaw TJ Dillashaw Foto: Youtube

A vitória contra Cody Garbrandt por nocaute no co-evento principal do UFC 217 no último final de semana em Nova York nos Estados Unidos foi especial para TJ Dillashaw por três motivos. Além de recuperar o cinturão dos galos, ele ainda venceu seu grande rival nas artes marciais mistas e que treina na sua ex-equipe Team Alpha Male, aonde não é muito querido.

Num episódio recente do The MMA Hour, TJ falou sobre como foi encontrar seus ex-treinadores e admitiu que a recepção não foi uma das melhores, afinal ele saiu brigado da equipe norte-americana para seguir o técnico Duane Ludwig.

"O único cara que estava disposto a vir até mim e apertar minha mão era (o treinador da Team Alpha Male) Justin Buchholtz. Todos os outros garotos ainda pareciam muito amargos”, afirmou o novo campeão do Ultimate.

Para Dillashaw há explicação para este tratamento dado a ele foi sua vitória contra Garbrandt no segundo round, que acabou decretando a perda da invencibilidade de “No Love” na carreira e, por consequência, a TAM perdeu seu único detentor de cinturão.

“Eles colocaram todo o legado do Team Alpha Male atrás de Cody. Colocaram muita pressão sobre esse cara para viver de acordo com o que eles queriam que fosse. Talvez não acho isso justo. Colocaram todos os seus ovos em Cody e eu os destrui. Quebrei seus sonhos e eles estavam chateados por isso”.

Saiba mais: 

UFC 217

RECOMENDADO
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
LUTADORES
ANIVERSARIANTES DO DIA
PRÓXIMAS LUTAS