Cormier sobre Jones: ‘É como se um gambá tivesse feito xixi em mim'

Daniel Cormier x Jon Jones Daniel Cormier x Jon Jones Foto: SUPERMMA/UFC

Quase cinco meses depois do encontro com Jon Jones no UFC 214 dia 29 de julho, Daniel Cormier ainda não esqueceu a derrota dentro do octógono, que posteriormente foi transformada em “no-contest” (luta sem resultado) por conta do doping de “Bones”. Numa entrevista ao programa norte-americano “The MMA Hour”, “DC” declarou se sentir fedendo e só uma vitória contra Volkan Oezdemir no UFC 220 no TD Garden em Boston, Estados Unidos, poderia limpá-lo.

“É como se um gambá tivesse feito xixi em mim. Estou fedendo não importa aonde eu esteja. Então preciso tomar um banho e tirar esse fedor. Até que faça isso,  vencer Oezdemir, me sentirei mal. Sou um competidor. Eu sei que perdi aquela luta para Jon Jones. Não posso apagar essa memória. Ainda tenho pesadelos com aquela luta. Meu pensamento não mudou. Eu estava lá no dia 29 de julho. E estava tudo indo tão bem até que não estava mais e eu fui derrotado. Esse desconforto ainda está comigo. Então preciso voltar ao octógono, enfrentar Volkan Oezdemir e vencer esse cara para me sentir no topo de novo”, disse o atual campeão dos meio-pesados.

E a mágoa de Daniel Cormier é dupla. Tudo porque ele enfrentou Jon Jones duas vezes na carreira e acabou sendo superado em ambas e, curiosamente, são os dois únicos insucessos nas artes marciais mistas. Além desses resultados, também sustenta 19 vitórias desde a temporada 2009.

Saiba mais: 

UFC 220

RECOMENDADO
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
LUTADORES
ANIVERSARIANTES DO DIA
PRÓXIMAS LUTAS