Dan Henderson revela incômodo por derrota para Michael Bisping

Dan HendersonDan Henderson Foto: Reprodução da internet

O veterano ex-lutador das artes marciais mistas Dan Henderson revela incômodo por derrota para Michael Bisping sofrida em outubro de 2014 pela decisão unânime dos árbitros laterais na disputa valendo o título mundial peso médio durante o evento UFC 204 mesmo tendo conseguido dois knockdowns.

Apesar de ter alcançando o título do GP dos médios no UFC 17, campeão em duas categorias distintas no PRIDE (médio e meio-médio) ganhando os brasileiros Wanderlei Silva e Murilo Bustamante e ex-campeão do Strikeforce vencendo Rafael Cavalcante, Dan Henderson mostrou desapontamento por não conseguir ser campeão pela segunda vez do Ultimate Fighting Championship batendo o inglês.

"Obviamente, é um pouco frustrante e me incomoda e deixa um mau gosto na minha boca quando saí", contou o norte-americano via MMA Fighting. "Senti que poderia ter vencido essa luta e aposentado como campeão. Não é que acorde de manhã e fique pensando, mas me frustra um pouco, porém não tenho nenhuma coceira em voltar a lutar. Lutei por 20 temporadas. Caso tivesse, iria para a academia fazer sparring e no final do dia estaria morto. Me livraria desta coceira”.

Até sua aposentadoria Dan Henderson era o mais velho atleta ativo do UFC com 46 anos. Contando esta organização, PRIDE, Strikeforce e Rings King of Kings, "Hendo" fez 46 enfrentamentos onde teve 15 derrotas e obteve 32 vitórias, a última contra Hector Lombard no UFC 199 ano passado

Saiba mais: 

UFC 204

RECOMENDADO
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
LUTADORES