Bethe Correia não teme boxe de Holly Holm: ‘Acredito em minhas mãos’

Bethe CorreiaBethe Correia Foto: Reprodução da internet

Após fazer história tornando a primeira brasileira a disputar o cinturão mundial peso galo feminino frente Ronda Rousey, Bethe Correia vai voltar a encarar uma ex-campeã e será a americana Holly Holm na luta principal do UFC Fight Night 111 agendado dia 17 de junho em Kallang, Singapura.

E pensando nesse enfrentamento Bethe Correia não teme o boxe de Holly Holm mesmo esta sua próxima adversária tenha competido profissionalmente neste esporte e conquistado inclusive o primeiro título da WBA nos médios a oito anos, antes de ingressar as artes marciais mistas.

"(Boxe) é a sua principal arma, mas é minha também. Sempre acredito em minhas mãos e não tenho medo de me posicionar contra ninguém, nem mesmo ela. Possui mãos pesadas, com poder para socos e sou forte. Será uma luta resistente, mas sou lutadora de MMA e posso lutar em qualquer lutar. Um combate entre nós será realmente interessante. Quero vencer Holly Holm porque as pessoas comentam sobre derrotar um top cinco. Este é o momento para mostras minhas habilidades contra uma adversária no topo”, declarou a “Pitbull” em entrevista ao site MMA Fighting.

Atravessando uma má fase com 3 derrotas seguidas para Valentina Shevchenko, Germaine de Randamie e Miesha Tate, foi usando o nocaute que Holly Holm conquistou sete das dez vitórias lutando MMA. Enquanto Bethe Correia venceu dois dos 10 confrontos feitos até aqui nocauteando sendo o mais recente contra Shayna Baszler a quase três temporadas.

Saiba mais: 

UFC Singapura

RECOMENDADO
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
LUTADORES